Edição online semanal
 
Segunda-feira 26 de Junho de 2017  
Notícias e Opnião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo

Questões Oportunas

A incerteza sobre o Brexit permanece. A União Europeia diz estar pronta e à espera de Londres.
Há questões que continuam a pairar sobre a City. Um novo plano da União Europeia pode ser uma grande dor de cabeça para os meninos de ouro da capital britânica. Bruxelas quer dar mais poderes aos

E se for realmente como suspeitamos?
É precisamente a pergunta que eu faço a mim próprio… Eu não consigo pôr um Euro de lado, nem ao menos para passear por aqui perto. Pergunto-me: como é que, então, um refugiado que tem que pagar US$ 3.000,00 a um passador, sabendo este que ele precisa de vários anos para chegar a ter US$ 1.000,00?

O economista entendia em Setembro de 2016 que a Europa devia pensar “num divórcio amigável com alguns países” e dizia que os custos da permanência no euro são superiores aos da saída. O Nobel da Economia Joseph Stiglitz defende que o melhor caminho para Portugal será sair do euro, já que se permanecer na moeda única irá ter dificuldades no futuro.

Sobre a Saída do Euro
26-05-2017 - Redacção
Para aqueles que têm um prazer sádico em meter medo com a saída do euro: que não haverá dólares para combustível, medicamentos, alimentos ou equipamentos importados, peço que vejam o gráfico abaixo.
O saldo comercial já é positivo.

1- Em teoria, a comutação para uma Europa federal, dotada de um orçamento à medida das suas ambições, poderia resolver os problemas apresentados pelo Euro. Uma moeda única governa bem a economia de grandes países cujas diversidades regionais são da mesma ordem que as diversidades entre as economias dos países que compõem a zona Euro. Mas isso implicaria:

O debate sobre uma saída, ou sobre a dissolução, do Euro provoca um certo número de questões que retornam de modo recorrente. Na nota que se segue abordam-se algumas delas a fim de clarificar o debate.

João Ferreira do Amaral sobre o Euro
05-05-2017 - Redacção
Já cá não estarei, mas gostaria que a visão dos historiadores futuros sobre as elites portuguesas actuais não viesse a ser “conseguiram dar cabo de um país com novecentos anos de história”. João Ferreira do Amaral - Quem beneficiou e continua a beneficiar com a Zona Euro https://www.youtube.com/watch… (vídeo)

TEM DÚVIDAS SOBRE A SAÍDA DO EURO?
28-04-2017 - Redacção
Contratos entre residentes Todos os contratos realizados ao abrigo da legislação nacional são convertidos na nova moeda. Isto inclui depósitos bancários e contratos de crédito realizados pelos privados junto dos bancos residentes em Portugal.

Sobre a Saída do Euro
21-04-2017 - Redacção
Mais esclarecimentos: Um amigo diz-me que há riscos na saída do euro que não referi. Por exemplo: " a) ataque espectulativo contra a nova moeda; b) pânico das pessoas tentando a todo o custo desfazerem-se da nova moeda e comprarem moedas «reputadas fortes» como o dólar, etc.; c) a monetização da dívida pública pelo Estado, que levará a que os detentores de moeda desse país tenham uma moeda que vale cada vez menos... "

Questões sobre a saída do Euro
14-04-2017 - Redacção
A minha escolha é esta: Recuperação da soberania nacional e execução de uma estratégia de desenvolvimento como fizeram os países asiáticos que se desenvolveram. Isto é possível. Ao contrário do que se passou na Grécia, os portugueses têm de eleger uma maioria/governo que já tenha em carteira o plano de saída com algum detalhe.

Questões sobre o Euro
07-04-2017 - Redacção
O economista Rudiger Dornbusch, co-autor de um dos manuais de macroeconomia mais utilizados em todo o mundo antes da onda avassaladora do monetarismo, foi bem claro ao afirmar em 1996: “Se as taxas de câmbio, como instrumento de política, são abandonadas, qualquer outra coisa terá de ocupar o seu lugar.

Sobre a saída do Euro
31-03-2017 - Redacção
Como tenho dito muitas vezes, sair do euro (qualquer que seja a forma) é apenas condição necessária ao desenvolvimento do país. Não é condição suficiente. Precisamos de formular uma estratégia de desenvolvimento que seja consensual na sociedade portuguesa e executá-la tendo em conta a experiência de outros países,

Dijsselbloem não sai
24-03-2017 - Redacção
"Tenho um estilo direto" e "lamento se ofendi", acrescento eu é mal-educado para quem é Presidente do Eurogrupo e foi um péssimo comportamento que teve. O Presidente do Eurogrupo lamenta que as suas declarações ao jornal alemão não tenham sido bem compreendidas. O presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijssebloem, disse, esta quarta-feira, que não tem intenção de se demitir do cargo, pudera com o que aufere não se pode permitir à tomada desta posição,

Se esperavam que já tinham visto tudo ou que já tinham visto procedimentos destes que que não iriam repetir-se, partilho convosco um caso em que os trabalhadores são aliciados para fazerem uma tarefa e como moeda de troca recebem um computador que não é para eles é para o serviço. Esta mensagem chegou através dos mails pessoais de cada um dos trabalhadores da Saúde e o texto foi o que se transcreve:”

Primeiro, uma negociação destinada a acabar com o euro não será mais difícil do que as negociações que terminaram com guerras. Com a vantagem de que haverá uma enorme pressão do capital financeiro para que se tomem decisões cortando a direito. O capital financeiro tem horror à incerteza prolongada.

Voltar 

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome