Edição online quinzenal
 
Terça-feira 16 de Abril de 2024  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

E “O Baile está Armado!!!”

07-09-2013 - Eduardo Milheiro

Esta é uma expressão que se utilizava muito em Almeirim, quando questões polémicas surgiam.

Entregues as listas e mini listas com os candidatos para as eleições autárquicas, “Está o Baile Armado”.

Para que fique bem claro, pessoalmente não apoio candidato nenhum, pelo nome ou pela camisola que veste (excepção feita ao Movimento Zé Gomes).

Como o comentador oficial do PSD, Prof. Marcelo Rebelo de Sousa disse um dia destes, “na hora de votar as pessoas votam na camisola”. Felizmente eu não voto em camisolas.

Voto em projectos e não descuro a ideologia, porque obviamente um candidato com ideias de direita não me dá garantias de preocupações sociais. Mas esta questão seria objecto de uma análise mais profunda. De qualquer modo, acrescento que temos os resultados à vista de um governo com uma prática neo-liberal e tecnocrata. PSD e CDS nem pensar, não consigo votar. Seria legitimar a expropriação ilegal das pensões dos reformados e aposentados, dos ataques ao SNS e das taxas moderadoras, das turmas de 30 alunos, dos despedimentos na função pública, etc. etc. É um rol muito extenso onde também existe muita promiscuidade, falta de ética e de moralidade. Nestes não voto, de certeza. Não posso legitimar através de um voto autárquico, uma política nacional.

Prefiro aguardar para ver os projectos que os candidatos vão apresentar, não é aquele panfleto em que dizem que vamos fazer pela terra blá, blá, blá, não é isso que me leva a votar. Quero ver escritas ideias sobre a possível criação de emprego, sobre as escolas e como é possível dar aulas a turmas de 30 alunos, sobre a falta de médicos no Centro de Saúde, ou seja, sobre situações concretas que interessam aos Almeirinenses e as medidas a tomar de frontal oposição a este governo medíocre e incompetente que nos dirige e que é responsável por este descalabro, que em dois anos criou cerca de 450 mil desempregados e que se prepara para criar mais 100 mil e ir novamente ao bolso dos reformados e aposentados. Este é o mesmo governo que nos tem privado de viver uma vida digna, que nos trata como números tirando-nos a dignidade e que criou um recorde de pobres só comparável ao regime fascista que acabou em 1974.

Voto em quem me der garantias de querer uma vida digna para os Almeirinenses, se não houver quem, não Voto.

Eduardo Milheiro

 

 

 Voltar

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Coordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome