Edição online quinzenal
 
Quarta-feira 12 de Junho de 2024  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

O QUE UM BEIJO FOI FAZER!

22-09-2023 - Joaquim Jorge

O beijo de Rubiales,àjogadora espanhola Jennifer Hermoso na entrega das medalhas pôs o futebol espanhol de pernas para o ar. Um simples beijo, consentido ou não consentido, é o que se discute agora. Caiu no esquecimento que Espanha se sagrou campeã mundial de futebol feminino de uma forma magnifica e espectacular.

Fala-se tanto de um beijo! Rubiales não fez bem, eu nunca faria uma coisa daquelas, mas é um exagero chamar a um beijo nestas circunstâncias uma agressão sexual. E, se fossem dois homens a beijar-se como aconteceu entre Maradona e Carlos Tévez? E, já agora, se fossem duas mulheres? Acho que o feminismo exacerbado é contraproducente. Sempre fui a favor da igualdade entre homens e mulheres, mas daqui a pouco estou a falar com uma mulher e isso é entendido como assédio sexual. Tudo tem limites e é necessário algum bom senso.

Este beijo que se está a tornar um acontecimento mundial, chegou ao ponto de Pedro Sánchez sugerir ademissão de Rubiales. O chefe do governo espanhol não tem poder para o demitir, mas foi uma boa jogada para desviar a atenção da dificuldade que Pedro Sánchez tem de formar governo em Espanha.

Não acho este beijo um crime sexual e está-se a querer extrapolar algo que não me parece que tenha acontecido. A resistência de Rubiales será inútil, a onda que se criou contra ele não terá retorno, mesmo que seja ilibado.

Um  beijo é um gesto simples, que pode representar tantas coisas e que pode significar um simples singelo toque de lábios.

Eu quando vejo um amigo que gosto muito não tenho problemas em dar-lhe um beijo na face, com isto não sou gay. Entendo esse gesto como um beijo de muita amizade. Eu sei não é na boca, mas dois homens a beijar-se não é normal, a não ser pai e filho ou familiares mais chegados.

Há aí tantos violadores que por uma razão ou outra serão libertados ou andam em liberdade, para não falar da Igreja com aquela pose tão distante e promiscua.

Este beijo foi o rastilho para mandar embora Rubiales, assim como, a pretensa violação de Dominique Strauss-Kahn, ex-director do FMI, a uma empregada do hotel, que foi mais tarde absolvido, porém, isso inibiu de concorrer a presidente da República em França.

Esta discussão deste beijo é ridícula, é preciso contextualizar o momento empolgante, euforia e felicidade pela conquista do título mundial e nada tem que ver com assédio ou malicia.

Rummenigge disse, "não devemos exagerar, beijei homens", quando venceu a Liga dos Campeões.

Rubiales já pediu desculpa e explicou-se. O que querem que o homem faça mais?! O que me parece é que há uma luta pelo poder na federação espanhola e aproveitaram este episódio.

Assim está bem: queremos correr com Rubiales e o pretexto foi o beijo.

Joaquim Jorge

fundador do Clube dos Pensadores

 

 

 Voltar

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Coordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome