Edição online quinzenal
 
Sexta-feira 23 de Fevereiro de 2024  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

PROFESSORES mais velhos: recuperação do tempo de serviço

03-03-2023 - Joaquim Jorge

O Ministro da Educação mostrou abertura para negociar parte da  recuperação do tempo de serviço, no caso dos docentes que foram mais prejudicados.

Naturalmente que é diferente estar no 10.º escalão, ou estar no 4.º escalão. A carreira docente quando foi descongelada houve docentes que já estavam na parte superior da carreira, no 8.º ou 9.º escalão que não recuperaram a totalidade dos 2 anos 9 meses e 18 dias.

Essa recuperação foi feita na totalidade ou de forma faseada:

1 - Os docentes recuperavam  340 dias no escalão em que estavam posicionados a 1/6/2019;

2 – Os docentes recuperavam 339 dias no escalão em que estavam posicionados a 1/6/2020;

3 – Os docentes recuperavam 339 dias no escalão em que estavam posicionados a 1/6/2021.

Os docentes que já estavam no cimo da carreira foram prejudicados, pois esse tempo não contou na totalidade. Quando se é mais velho, com 60 e tal anos, e se está no topo da carreira não adianta recuperar tempo de serviço.

Convém os sindicatos e o Ministro da Educação não se esquecerem de quem está no topo da carreira.

A forma correcta de o fazer seria encontrar uma solução exequível e sensata. O modo de compensar os docentes do topo da carreira que já não beneficiam de recuperação do tempo de serviço, seria esse tempo contar para efeitos de aposentação.

Não tem efeitos na sua remuneração, mas tem efeitos no cálculo da sua pensão. É muito diferente um docente aposentar-se com 42 anos, ou 44 anos, ou 45 anos de serviço.

Docente velho é um problema, mas ser prejudicado ainda é pior. Claro que os docentes novos e de meia-idade é legitimo recuperarem o tempo de serviço, mas aos docentes mais velhos que andaram com vários ministros às costas, seria de bom-senso darem-lhe a possibilidade para efeitos de aposentação, um bónus do tempo que for recuperado.

Este país não é para velhos, acreditem ter 65 anos e ainda ter que leccionar é violento. Muitos docentes velhos estão exaustos, outros de baixa médica à espera da hora de se aposentarem. Deixem-nos ir embora.

Joaquim Jorge

Biólogo, fundador do Clube dos Pensadores

 

 Voltar

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Coordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome