Edição online quinzenal
 
Domingo 21 de Julho de 2024  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

SOCIEDADE DE PREVARICADORES

06-01-2023 - Joaquim Jorge

Hoje deparei-me com uma situação deveras desagradável.

Fui meter gasolina no postohabitual. Marquei a importância, tirei a mangueira como é habitual. Esperei, esperei e nada.

A gasolina não saía da mangueira. Fui informado via som em voz alta ( para toda a gente ouvir) que tinha que pagar antes de abastecer. Esclareço que a bomba que estava a usar não faz parte das bombas em pré-pagamento.

Não tive outra solução, fui pagar, antes de abastecer. Perguntei o porquê desta atitude? Resposta da funcionária : - há gente que rouba, isto é, mete gasolina e foge sem pagar, daí, adoptamos este sistema.

Eu respondi: - Lá porque há gente que é ladra e foge não há o direito de me obrigarem a pagar antes! Sou cliente habitual e a senhora conhece-me muito bem. Depois se mudaram de prática devem ter um aviso em todas as bombas que estão em pré-pagamento.

Eu não tenho culpa de haver prevaricadores, ponham câmaras e controlem quem o faz. Não admito que me tratem como um ladrão.

Vivemos numa sociedade de prevaricadores, o diapasão são eles que o definem, e eles são quem fazem com que a sociedade seja assim.

É inconcebível que os gestores destes postos de abastecimento resolvam o problema das fugas e dos ladrões, com iniciativas fáceis, que colocam todos os clientes pela mesma bitola ( prevaricadores).

Quem é sério, honesto e incapaz de ter acesso a algo sem pagar, passa desta forma a ser um potencial prevaricador.

Estamos assim, se ninguém fizer nada. Em qualquer lugar temos que estar sujeitos a olhares insinuantes, identificar-nos, dar o NIF, pagar antecipadamente, entre outras atitudes controladoras.

Eu, por mim, já decidi, passo a frequentar bombas que tenham multibanco e evito ir a um "guichet".

Não gosto e irrita-me que duvidem de mim e me obriguem a fazer coisas por que há gente que não cumpre.

A nossa sociedade tem que estar por cima de ladrões, gatunos e quejandos. A nossa sociedade tem que ser de gente séria, honesta, cumpridora e, essencialmente, livre e sem espartilhos.

Gente de bem é que tem que vencer e ter a vida facilitada, e não, ladrões, gatunos e foragidos.

Joaquim Jorge

 

 

 Voltar

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Coordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome