Edição online quinzenal
 
Segunda-feira 22 de Julho de 2024  
Notícias e Opnião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

AMG Critical Materials compra 15,77% da Savannah Resources, dona do lítio do Barroso

21-06-2024 - Shrikesh Laxmidas

Empresa cotada em Amsterdão investe 19 milhões de euros através de aumento de capital da dona da mina do lítio do Barroso. Parceria inclui reforço do financiamento e compra de parte da produção.

ASavannah Resources, proprietária do Projeto de Lítio do Barroso, anunciou esta quinta-feira que  vendeu 15,77% do capital da empresa ao grupo AMG Critical Materials N.V. Group por 19 milhões de euros , numa parceira que inclui ainda o reforço do financiamento para o projeto e a venda de parte da produção.

“Este acordo é o primeiro resultado do Processo de Parceria Estratégica anunciado previamente pela Savannah”, informou a Savannah, em comunicado. “O acordo com a  AMG, uma empresa global de materiais críticos e um dos líderes na fileira do lítio na Europa, coloca o Projeto de Lítio do Barroso, o maior recurso de espodumena de lítio na Europa, numa posição de grande estabilidade “.

A Savannah Resources é uma empresa de desenvolvimento de recursos minerais com cerca de 15 anos de atividade e é a única proprietária do Projeto de Lítio do Barroso, no norte de Portugal,  o maior recurso de espodumena de lítio identificado até à data na Europa , e onde concentrou os seus esforços nos últimos sete anos.

A Savannah adiantou que o  acordo prevê um aumento de capital para a entrada de capital da AMG na Savannah feito com um prémio de 35 % face à cotação média dos últimos 30 dias.

Explicou que a parceria  inclui financiamento para reforço do projeto, com a Savannah a assegurar “financiamento total  para completar os seus fluxos de trabalho em curso e planeados, incluindo por exemplo a expansão da equipa e aquisições de terrenos relevantes”.

“ Compra de parte da produção de lítio: a AMG compromete-se a comprar 45 ktpa da produção de espodumena da Savannah (até 25% do total)  ao longo dos primeiros 5 anos de produção”, revelou a mineira.

A Savannah referiu que a parceria tem espaço para mais acordos. “A Savannah mantém a maioria da sua capacidade produtiva não alocada. Tal permite-lhe vendê-la a um parceiro adicional ou no mercado aberto. A mistura de quartzo e feldspato para a indústria cerâmica mantém-se também livre para novas parcerias”.

A AMG e a Savannah  também trabalharão juntas numa série de oportunidades mutuamente benéficas, incluindo um estudo para a construção conjunta de uma unidade piloto de feldspato/espodumena adicional em Portugal  e um estudo de construção de uma refinaria de espodumena para carbonato de lítio, a instalar em Portugal ou Espanha.

Emanuel Proença, CEO da Savannah, disse, citado em comunicado: “É com grande satisfação e orgulho que vejo a parceria entre a Savannah e a AMG, uma empresa internacional consolidada e que lidera na fileira do lítio a nível Europeu. Este acordo reconhece o grande potencial do recurso de espodumena de lítio do Barroso”.

“A parceria anunciada vai permitir à Savannah continuar a fazer crescer a sua equipa em Portugal e continuar a desenvolver as suas várias frentes de trabalho. Representa também uma maior probabilidade de reforço do investimento na fileira do lítio nacional, pelos estudos para a possível construção de uma unidade piloto de feldspato e outra refinaria de espodumena de lítio pela AMG”, adiantou.

O presidente e CEO da AMG, Heinz C. Schimmelbush, acrescentou, também citado no comunicado: “Esta parceria com a Savannah avança a estratégia de expansão do lítio da AMG e solidifica ainda mais o nosso fornecimento de espodumena”.

Fonte: Eco

 

Voltar 


Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Coordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome